Bem vindo ao noProvadoR.com

Este blog foi criado para tirar dos cabides pensamentos que devem ser experimentados. Não tenha receio de entrar neste ProvadoR que se propõe a ser amplo e livre de preconceitos. Entre. Prove. E fique à vontade para Levar o que quiser.
 

Arquivo de Outubro, 2012

29 de Outubro de 2012 - 11:54

FELguK


Foi demais a apresentação dos caras aqui em Vix.
Fiquei impressionada com a potência do som e da sensibilidade melódica-sensorial da dupla.
Na boa, sem mais.
– Sensacional.

**Dá pra baixar o som no BeatPort ou ouvir na Last.fm.

Boa semana!



Comments Off  
23 de Outubro de 2012 - 10:02

SublAime


sublaime1.jpg

Não, até onde eu sei, esse “a” enfiado aí no meio não existe em idioma nenhum. Mas é que esta crônica não quer falar das coisas sublimes…
Não. Hoje eu quero falar das coisas sublAime.

Essa história começou num dia de altitude elevadíssima ao som da banda que é “das-preferidas” desde os tempos de menina. Não sei se foi clima, o sentido da letra ou a melodia. Sei que num determinado instante me ocorreu a vontade de falar aberto e abrir a boca para além do correto – só para deixar aquele momento marcado ad eternum.

No dia, no caso, eu subia uma montanha enorme e nevada, sentada num lift ao lado de uma das maiores amigas que tenho na vida. E, para além do vento de navalha que nos cortava a cara, de repente, um golpe violento me atravessou o peito. Foi no exato momento em que o vocalista da banda “Sublime” (mas fala sublaime), o falecido Bradley Nowell, com sua voz deliciosamente rouca, sussurrou em meus ouvidos (através, é claro, do meu inseparável companheiro de viagem: meu fone anti-ruídos):

– It`s sublaaaaime…

Nessa hora minha amiga me olhava e ria sabe-se lá do que; a lâmina prateada da prancha de snowboard que estava pendurada no meu pé, brilhava; os pinheiros branquinhos de neve balançavam com o vento que batia espalhando no ar uma poeira cintilante; e o céu azulzinho da Silva prometia o dia mais lindo! É eu tinha que concordar com Bradley: na vida algumas coisas são realmente sublaime.

Por isso, ao fim do dia, chegando em terra firme, corri para o computador do hotel e escrevi para mim mesma um e-mail que dizia qualquer coisa mais ou menos assim:

“Querida Maria, que fique claro: sim, alguns dias são chatos, outros são cansativos, e outros ainda, aborrecidos e acinzentados – mas, de vez em quando, quando a vida resolve nos recompensar (ou quando a gente tem um tempo a mais para reparar), fica óbvio: viver é ex-tra-or-di-ná-rio!

Especialmente nesta viagem, onde tudo é tão branco que os olhos não alcançam o horizonte; e a felicidade é tanta que transborda – ocupando na memória todo espaço de sobra (aquele guardado para as dores alheias, culpas e outras fossas), resolvi deixar meu deslumbramento anotado.

(*Quem sabe num dia triste do futuro eu não opere um resgate lendo estas palavras?).

Acordar com a neve caindo do lado de fora é sublaime!
Madona di Campiglio é uma estação sublaime;
O pôr do sol nas montanhas é sublaime;
Ter uma amiga de verdade é sublaime;
Abraço apertado; cafuné; coragem; horas falando bobagem; lagrimas enxugadas; lembranças, cumplicidade, saudades… Su-blaime, sublaime, sublaime!
A invenção do iPod é sublaime!
Chegar bem perto céu, depois descer uma montanha branca manobrando em cima de uma prancha, é sublaime;
Uma jacuzzi pelando no fim da tarde é sublaime;
Tomar um spritz é sublaime;
Cremes de baunilha que de tão cheirosos vêm com um selo de aviso “non ingerire”, são sublaime;
Ter um casado delicioso comprado num bechó de NY é sublaime;
Filosofar com as amigas sobre nada e sobre tudo, debaixo da coberta no quarto escuro, até o sono nos tombar, é sublaime;
Matar a saudade dos meus amores por telefone é sublaime;
Café da manhã de hotel; lareira; vinho tinto; macarrão; batom de uva; bota de cano longo; cerveja; expresso de máquina… Sublaime, sublaime.

Enfim, ter a certeza de que a vida acontece aqui e agora; e que essa semana que passou nunca mais volta; e, ainda assim, poder aprisionar em palavras esta sensação maravilhosa, definitivamente, é sublaime!”

Para todas as lembranças aprisionadas em fotos, escritos e rabiscos; para todas as pessoas especiais que marcaram nossas vidas; para toda forma de saudade; para este e todos os momentos incríveis que fizeram e fazem da vida esta experiência magnífica:

– Sublaime! (Te dedico).

sublaime21.jpg

Maria Sanz Martins.



Comments Off  
22 de Outubro de 2012 - 16:32

CONEXÃO MUSiC FESTIVAL - SUBLiME LiVE


Em Vitória!!!!!
24 de Novembro!
(uhu)

i-radoooo!



comentários (1)